autora convidada

Ayelet Gundar-Goshen confirmada na Flip 2019

Expoente da nova literatura israelense, Ayelet Gundar-Goshen é a nona presença confirmada na Flip 2019, que acontece de 10 a 14 de julho, em Paraty. A escritora, roteirista e psicóloga é autora de Uma noite, Markovitch, romance traduzido para 14 línguas e publicado no Brasil em março de 2018 pela Todavia. Ganhador do Sapir – principal prêmio literário de Israel – como melhor estreia, o livro é centrado no personagem Iaakov Markovitch, que vai com um grupo de jovens da Palestina até a Europa sob comando nazista para que, por meio de casamentos fictícios, possam resgatar mulheres judias.

 

Para Fernanda Diamant, curadora da 17ª Flip, “Ayelet Gundar-Goshen tem um olhar delicado e esperto diante do mundo. Narra grandes acontecimentos históricos e políticos como se fossem uma espécie de fábula. Seu romance tem também algo do humor dos contos folclóricos, assim como seus personagens, que parecem saídos de histórias muito antigas e anônimas”.

 

Uma Noite, Markovitch é um livro de uma autora mulher contando uma história do ponto de vista masculino. A possibilidade de inversão de gêneros e papéis é algo que a imaginação e a literatura sempre possibilitaram, mas que agora, nestes novos contextos em que vivemos, surge de uma maneira atualizada e política. Ayelet Gundar-Goshen, ao inventar para seu livro uma voz masculina, explora os territórios da criação – em paralelo, sua narrativa investiga a formação do território israelense”, diz Mauro Munhoz, diretor geral e artístico do Programa Principal da Flip.

 

A autora e as obras

Ayelet Gundar-Goshen nasceu em Israel em 1982. Formou-se em psicologia na Universidade de Tel Aviv, e estudou roteiro de cinema na Sam Spiegel Film & Television School, em Jerusalém. Atuou como editora no jornal Yedioth Ahronoth e integrou a Associação dos Direitos Civis em Israel. Como roteirista, recebeu prêmios internacionais, como o Berlin Today – associado ao Berlinale Talents – pelo filme Batman at the Checkpoint.

 

Em 2012, a escritora estreou na literatura com o romance Uma noite, Markovitch. A história acontece antes, durante e depois da guerra árabe-israelense de 1948, e é baseada no caso real de um homem que se recusou a se divorciar da mulher com quem se casou apenas para que ela pudesse sair da Europa nazista. O protagonista é Iaakov Markovitch, um homem monótono que tem a esperança de que sua esposa passe a amá-lo com o tempo.


Gundar-Goshen também é autora do premiado best-seller Waking Lions, de 2014, sobre um médico que se muda de Tel Aviv para o deserto de Neguev, onde atropela um imigrante e foge sem prestar socorro. The Liar, de 2018, seu título mais recente, retrata uma adolescente que acusa injustamente um homem de estupro. Ambos ainda não têm tradução para o português.

 

Flip 2019

A 17ª edição da Flip acontece de 10 a 14 de julho, em Paraty, e tem o escritor Euclides da Cunha como Autor Homenageado. Estão confirmados os nomes de Walnice Nogueira Galvão, Kristen Roupenian, Kalaf Epalanga, Sheila Heti, Grada Kilomba, Carmen Maria Machado, Karina Sainz Borgo e Ismail Xavier.

 

Quem faz a Flip

A Flip tem o patrocínio do Ministério da Cidadania, através de sua Secretaria Especial de Cultura, a partir do Edital de Feiras Literárias e por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, além de Patrocínio Oficial do Itaú e Copatrocínio da EDP e da CMPC. A edição 2019 continua em fase de captação de recursos.

share
Logo da Casa Azul