noticias

a festa

Professor norte-americano fala sobre Graciliano

A 11ª edição da Flip terá como homenageado Graciliano Ramos. No próximo dia 27 de outubro completam-se 120 anos do nascimento do autor, natural de Quebrangulo, Alagoas. Escritor, jornalista e político, Graciliano teve uma vida em que a literatura e a política se entrelaçaram e, não raro, suas convicções e atividade política inspiraram obras de forte conteúdo social.


Graciliano será foco de uma mesa que abordará seu envolvimento com a política brasileira. O debate será embasado por um estudo inédito preparado pelo norte-americano Randal Johnson, professor do departamento de Espanhol e Português da Universidade da Califórnia, sobre as relações do autor com o Estado Novo. Convidado da Flip, Johnson rediscute a ideia de que Graciliano seria comunista já antes da prisão, em 1936.


Em seu estudo, Randal Johnson examina a trajetória intelectual de quatro autores brasileiros – Mário de Andrade, Cassiano Ricardo, Octávio de Faria e Graciliano Ramos – que representaram diferentes posições políticas nas décadas de 1930 e 1940. No capítulo dedicado a Graciliano, o autor analisa sua construção como um escritor de esquerda, a partir dos livros Caetés (1933) e São Bernardo (1934). 

share
Logo da Casa Azul