noticias

a festa

FlipZona começa celebrando IIlha Grande

Cerca de cem alunos celebraram a cultura da Ilha Grande (RJ) no encontro que marcou a abertura da FlipZona, nesta quarta (3), na Casa da Cultura.


O projeto "Memórias da Ilha Grande", coordenado por Dagmar de Mello Silva, professora de psicologia da educação da UFF (Universidade Federal Fluminense), resgata a tradição oral da ilha vizinha a Angra dos Reis e a cultura caiçara de seus moradores.
O evento começou com a exibição de um documentário sobre os bastidores de uma exposição fotográfica realizada por adolescentes alunos da Escola Municipal General Sylvestre Travassos. 


Os garotos fizeram registros de costumes e detalhes de suas comunidades, como os barcos pesqueiros, a culinária caiçara, a fauna e a flora.


O segundo momento apresentou um projeto audiovisual desenvolvido pelas crianças da primeira série juntamente com seus professores. Dez animações recriaram “causos” e lendas famosas nas praias que compõem a ilha.


Feitos com a técnica conhecida como stop motion, com personagens feitos de massinha de modelar, os filmes arrancaram risadas da plateia com histórias como a dos pescadores que fizeram uma fogueira em uma baleia, achando que se tratava de uma pedra, ou do temido homem da capa preta, que espanta os casais de namorado que vão sei beijar na praia.


Os alunos e educadores também enfatizaram a importância do projeto em apresentar a cultura da ilha para os moradores das cidades do continente que, apesar de tão perto, muitas vezes não conhecem seus vizinhos.

share
Logo da Casa Azul