noticias

curadoria

Fernanda Diamant é a nova curadora do Programa Principal da Flip 2019

A Flip 2019 terá como curadora dasmesas literárias do Programa Principal a jornalista e editora Fernanda Diamant.O arquiteto Mauro Munhoz, como nos anos anteriores, será o responsável peladireção geral e artística do Programa Principal. A 17ª edição da Flip acontecede 10 a 14 de julho, em Paraty (RJ).

 

“Acuradoria da Fernanda Diamant estabelecerá uma relação com as conquistas daFlip nos últimos anos e as novas demandas que estão surgindo no atual cenário políticoe cultural do Brasil e do mundo”, afirma Munhoz. “No contexto de hoje, o papelda literatura como um espaço público, um espaço de inovação e mediação dediferentes ideias, faz-se ainda mais necessário. É isso que queremos reforçarnas mesas literárias da Flip e na ocupação dos espaços de Paraty com os nossosconteúdos.”

 

Desde 2014, a Flip tem inovado, aotrazer nomes da cena independente e, a partir de 2016, ampliado a participação demulheres para 50% dos convidados. Nos últimos dois anos, a Flip temapresentando ao público brasileiro nomes que não se circunscrevem a determinadopaís ou etnia, mas, sim que refletem o novo cenário multicultural da literaturacontemporânea. “Nóstivemos, em 2017 e 2018, com a curadoria da Joselia Aguiar, uma série deinovações na Flip, apresentando novos autores ao leitor brasileiro e reforçandoo caráter artístico da Flip, uma de nossas premissas desde a primeira edição”,afirma Munhoz.

 

Acuradora

Fernanda Diamant é formada emFilosofia pela Universidade de Paulo (USP). Trabalhou como jornalista e editorade livros na Publifolha e na editora 34. Atualmente é editora da revista 451,especializada em livros.

 

Em seu primeiro ano à frente doPrograma Principal da Flip, Diamant pretende ampliar a diversidade da FestaLiterária, trazendo autoras e autores de diferentes gêneros – na ficção e nanão-ficção – e buscar novos formatos de mesas literárias. “Pretendo trabalhar oconceito de diversidade de maneira ampliada, trazendo, sobretudo, ideiasdivergentes, autores que ajudem a expandir o debate em sua área de atuação”,afirma a curadora.

Flip2018 em números

A 16ª edição da Flip, que aconteceu entre os dias25 e 29 de julho, em Paraty, teve 20.453 acessos de público nos Auditóriosda Matriz e da Praça, totalizando 52.477, somados os acessos Flipinha,FlipZona, Flip+ e casas parceiras.

 

As pousadas de Paraty* tiveram uma ocupação de 95%, segundo o Paraty Convention& Visitors Bureau, mesmo número de 2017. Segundo levantamento inéditorealizado pelo Ministério da Cultura, com apoio técnico da Fundação GetúlioVargas (FGV), a Festa Literária teve número recorde de público com 26.4 milpessoas, 60% das pessoas que foram à Flip neste ano já haviam ido em outrasocasiões. 94% do público pretende retornar à Festa Literária.

 

Em termos econômicos, a 16ª edição gerou um impactona economia de R$ 46.9 milhões – R$ 4,7 mi em impostos – além de gerar 1. 349mil postos de trabalho.

 

Em 2018, outro número recorde foi o de casas parceiras: foram 22, no anoanterior totalizaram sete. De acordo com umapesquisa realizada pela Flip com 18 casas parceiras, 87% delas tiveram mesasliterárias em suas programações, com uma média de 21 atividades e 41 convidadospor espaço. A Casa Instituto Hilda Hilst – Hysteria – Companhia das Letras foi umadas que teve um público mais expressivo, chegando a 5 mil visitantes.  ACasa 3 Corações Rituais, por sua vez, distribuiu 9 mil doses gratuitas de café.

 

A Livraria Flip por Livraria da Travessa teve R$ 1.083 milhões emvendas, número similar ao de 2017. Júbilo, memória, noviciado dapaixão (Companhia das Letras), de Hilda Hilst, foi o livro maisvendido durante a Festa Literária, com 547 exemplares comercializados.

 

Livros doados

Neste ano, foram doados 1.843 livrosdurante a Flip. Em 2017, o total de livros doados foi de 1.747.

 

Comunicação

No Facebook o aumento de curtidas na página foi de 2.374 mil,totalizando 268.3 mil fãs na rede. Os conteúdos em vídeo ganharam destaque, com297.5 mil visualizações nos dias de Flip.

 

O perfil da Flip no Instagram teve um alcance de posts de 2.3 milhõesdurante a Festa Literária. Houve um ganho de 4.800 novos seguidores, atingindoa marca de 27.4 mil ao final de julho, mais que o dobro em relação a 2017. Alémde 252.560 mil visualizações dos stories e 11.461 mil menções a hashtag#Flip2018, outro número que duplicou em relação ao ano passado.

 

O Twitter da Festa Literária teve 462.2 mil impressões e um alcance de349.7 mil, o dobro de 2017. As menções aumentaram 501.4%, totalizando 848 vezesque citaram o perfil da Festa Literária.

 

No Youtube, o canal da Flip teve 57 vídeos publicados ao longo da FestaLiterária, gerando 421.145 mil minutos exibidos e 59.212 visualizações. Onúmero de inscritos aumentou em 1.292 mil pessoas, chegando a 9.600 inscritosao final da Flip.

 

Flip2019

A 17ª edição da Flip acontece de 10 a14 de julho, em Paraty (RJ). A próxima edição está em fase de captação.

share
Logo da Casa Azul